domingo, 27 de abril de 2008

Vala comum

Um olhar sobre os outros estaduais em definição neste final de semana.

Os principais

Minas Gerais: Um massacre histórico. Em 2007, quando o Atlético aplicou 4-0 no Cruzeiro na final do Campeonato Mineiro, qual aficionado do Galo teria o pesadelo de que, um ano depois, aquela glória se inverteria? Pois se inverteu, e com juros. No ano do seu centenário, o alvinegro é presenteado pelos cruzeirenses com uma derrota de 0-5 na primeira partida da decisão estadual. Ainda há a volta, mas ela é uma mera e amarga formalidade para ver a Raposa erguer um troféu praticamente garantido.
Paraná: Sem ser campeão desde 2004, em função das difíceis temporadas que viriam a seguir – incluindo um rebaixamento à Série B nacional – o Coritiba está próximo de voltar a triunfar no Campeonato Paranaense. Neste domingo, o Couto Pereira assistiu a um 2-0 no clássico diante do Atlético, gols de Carlinhos Paraíba (27 minutos) e Keirrison (68).
Rio de Janeiro: Obina, um fenômeno flamenguista. Depois de tempos no ostracismo, o xodó rubro-negro reapareceu para fazer a festa da sua torcida num Maracanã que recebeu quase 65 mil espectadores. Seu gol aos 80 minutos valeu a vitória do Flamengo por 1-0 e, por ora, complicou os anseios de vingança do derrotado Botafogo.São Paulo: Nada de sonhos para a Ponte Preta. Em Campinas, venceu o melhor, venceu o Palmeiras – apenas 0-1, mas o suficiente para afastar as aspirações da Macaca em conquistar seu primeiro título relevante na história. Os alviverdes, que têm tudo para quebrar seu jejum de títulos paulistas mantido desde 1996, venceram com um tento de Kléber, anotado no minuto 20.

Os demais

Alagoas: Haverá, sim, uma decisão. Ao final do domingo, esta é a grande notícia para os torcedores do CSA e o motivo de preocupação para os do ASA que, vencedores do Primeiro Turno, confiavam em repetir a dose e evitar finalíssima estadual. Hoje, em casa, o time de Arapiraca perdeu por 1-2, mas o resultado já estava praticamente definido desde a quinta-feira, quando os de Maceió aplicaram 3-0 em seu estádio. O triunfo do CSA no returno provocará dois novos jogos entre as equipes, as verdadeiras finais do Alagoano 2008.

Amazonas: Situação semelhante à alagoana no Campeonato Amazonense. Neste final de semana, o Fast Clube, vencedor do Primeiro Turno, precisava somar três pontos contra o concorrente direto Holanda para conquistar o título sem uma final. Não conseguiu, os times se igualaram por 1-1, e o Segundo Turno foi para os holandeses. Dois novos jogos entre as equipes, agora na final de fato, tornarão conhecido o melhor time do Estado em 2008. Independendo do resultado, o Holanda já terá concluído um feito: na sua primeira temporada após ascender à elite, vai pelo troféu.

Ceará: Mais complicado do que qualquer torcedor do Fortaleza poderia imaginar. Depois de vencer a primeira partida da final do Segundo Turno por 3-1, o Tricolor de Aço acabou encontrando dificuldades na volta contra o Horizonte, caindo neste domingo por 1-0. Como não havia saldo de gols, a definição foi para os pênaltis: dramático, o Fortaleza venceu por 5-4, classificando-se à finalíssima. O Icasa o aguarda.

Espírito Santo: Dizíamos na semana passada que o Linhares e o Serra haviam ficado muito próximos da decisão em função dos resultados obtidos fora de casa (um empate e uma vitória, respectivamente). Pois no último sábado, os dois se esforçaram para estragar tudo: o Linhares, atual campeão, jogava por um novo empate em casa, sustentava-o, mas acabou levando um gol aos 90+1 minutos de jogo e saiu derrotado pelo agora finalista Rio Bananal, por 1-2. No outro jogo, o Serra também foi superado em casa por 1-2, pelo Jaguaré, mas sua sorte foi diferente: como podia perder por um gol de diferença, estará na decisão.

Maranhão: Campeão sem jogar. Assim o Bacabal pode se definir após a amarelada do Sampaio Corrêa neste domingo: em casa, diante do Imperatriz, o time da capital maranhense não passou de um 0-0, subindo a 10 pontos, mas ficando atrás do Bacabal pelo saldo de gols, que está em 6 contra 2. O jogo dos líderes é na segunda-feira, fora de casa, diante do lanterna São José, e só uma derrota por cinco gols de diferença os impede de levantar a taça.

Paraíba: Sousa e Campinense serão os protagonistas da decisão do Segundo Turno no Estado. Os primeiros eliminaram o Botafogo da capital com um agregado de 4-3 (foram derrotados em casa, hoje, por 0-1), enquanto os de Campina Grande obtiveram uma classificação com sobras, num agregado de 8-3 sobre o Nacional (hoje, 4-1 em casa). Os dois agora lutarão por uma vaga na final do campeonato, em que o Treze, vencedor do Primeiro Turno, já está garantido.

Sergipe: Dono de dois pontos extras por conta da melhor campanha na primeira fase, o Confiança vinha incrementando sua vantagem com sucessivas vitórias no quadrangular final do Campeonato Sergipano. Neste fim de semana, poderia ter assegurado o título, mas enfim conheceu a derrota: o São Cristóvão o superou por 2-0. Mesmo assim, foi apenas o adiamento do inevitável – a duas rodadas do fim, o Confiança segue líder, com 3 vitórias e 11 pontos (os dois extras...), enquanto o São Cristóvão continua sua perseguição de longe, tendo apenas 7 pontos.

Mais: as decisões de Goiás, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul e Santa Catarina, além da quarta rodada do quadrangular final na Bahia.

3 comentários:

ivan disse...

gostei do blog é muito bom,
gostaria propor uma parceria entre nos vc coloca minha pagina como parceira e eu colocaria asua na minha BLZ

www.sitiodabola.zip.net

até

Vinicius Grissi disse...

Estão abertas as inscrições do Bolão Marcação Cerrada do Campeonato Brasileiro.

Cadastre-se e participe.

Grande abraço!

http://cerrada.blogspot.com

pedrao disse...

como pode um time ser estreiante no campeonato e ja poder se tornar campeao como é o caso do campeonato amazonense?