sexta-feira, 13 de junho de 2008

Gols na quinta-feira

Estupenda noite de futebol a que vivemos ontem. Apenas três jogos isolados do Campeonato Brasileiro, partidas com jeito desinteressantes após a ressaca de uma final de Copa, mas os gols devolveram a graça à quinta-feira: como no passado, viu-se uma espetacular média de cinco por jogo.

Com emoção e imprevistos. Em Belo Horizonte, num duelo estadual, o Atlético Mineiro não passava do empate por 1-1 com o Ipatinga. Em São Paulo, depois de sair vencendo o local Palmeiras, o líder e dono da melhor defesa da competição Cruzeiro teve Thiago Martinelli expulso e começou a ensaiar um desastre: indo ao intervalo ainda com empate a um gol, os mineiros levariam uma enxurrada de tentos palmeirenses no segundo tempo, sofrendo sua primeira derrota neste campeonato, por sensacionais e inapeláveis 5-2. No outro jogo, aquele em que o fraco Ipatinga ia complicando a vida do Galo, as coisas voltaram à normalidade e o Atlético fez 4-2, mesmo em inferioridade numérica desde o fim do primeiro tempo e com direiro pênalti desperdiçado pelos derrotados.

O único jogo que destoava era o do Maracanã. Fluminense e Santos, um pouco motivado pelo Brasileirão, outro apenas desqualificado no momento, faziam um espetáculo triste, com apenas 1-0 no placar. Aí veio um gol no fim, e gols no fim, quando mudam a história de uma partida, sempre são úteis para torná-la menos comum. Aos 90+1 minutos, Tiago Luís fez 1-1 para os paulistas, mantendo o Flu sem vitórias na competição. Mais do que isso, fechou uma noite em que três partidas proporcionaram 15 gols, evidenciando o quão ridícula foi aquela quarta jornada com seus míseros 16 tentos em todos os dez jogos.

3 comentários:

free online lottery disse...

that's way too cool.

pcso lotto disse...

Kanami sang imo blog. Daw spaghetti.

gambling disse...

The owner of this blog has a strong personality because it reflects to the blog that he/she made.