sábado, 6 de outubro de 2007

Stuani, o causador de uma revolta

Matador: Stuani, com a 9

Com um hat-trick e uma atuação estupenda, o centroavante Cristian Stuani levou o seu Danubio ao resultado de 3-1 diante do Peñarol, no Jardines del Hipódromo, pelo Apertura do Uruguai.

Mal sabia ele que sua atuação provocaria graves incidentes: revoltada com o resultado e furiosa com uma arbitragem possivelmente condicionada, a torcida do Peñarol perdeu a calma e alguns de seus adeptos arremessaram objetos em campo, sendo que a confusão chegou também na torcida rival, que chegou a acertar uma pedra na cabeça do auxiliar Mauricio Espinosa.

Com a partida suspensa para o atendimento do auxiliar, a confusão se estendeu, e vários conflitos entre torcedores foram registrados dentro e fora do estádio. Quinze torcedores foram presos após o término de Danubio - Peñarol. O árbitro Jorge Larrionda encerrou a partida aos 62 minutos, e nos próximos dias sairá a informação sobre o continuação ou não do confronto.

O Peñarol, que está longe de convencer no campeonato, e que vive uma crise escancarada, novamente perde um jogo chave para o Danubio, que lidera um Apertura equilibrado. No outro jogo do sábado uruguaio, o Montevideo Wanderers, que se recupera de um início horroroso derrotou o Bella Vista, de virada, 2-1. Amanhã, Rampla Juniors - Nacional, Liverpool - Progreso, Cerro - Tacuarembó, Juventud de Las Piedras - Central Español e River Plate - Miramar completam os jogos do final de semana. Defensor - Fenix duelam no próximo domingo, dia 14.

2 comentários:

manya disse...

pero diga tambien que en la tribuna oficial,de danuibo le tiraron un balazo (bullet) a el jugador nº 7 de peñarol josé franco

Iuri Müller disse...

Não disse porque onde li, não havia esta informação.
Como não moro no Uruguai, fico preso a dois ou três sites. Diante disso, seguir comentando o futebol uruguaio é um dos méritos do blog.
Abraço.