quinta-feira, 4 de outubro de 2007

Mais um ano no inferno

Depois de começar feroz e imbatível na Série C, o Bahia vai caminhando para ser eliminado da competição com uma campanha inferior até mesmo à do fiasco de 2006, podendo sequer ir ao octogonal final. Ontem, em partida válida pela penúltima rodada da terceira fase, o gigante de Salvador foi derrotado pelo ABC, em solo potiguar, por 2-1.

Mas não foi apenas isso que complicou a vida do tricolor baiano. No outro jogo da rodada, em Manaus, o surpreendente Rio Branco, do Acre, fazia mais uma vítima: com hat-trick do craque alternativo Testinha, venceu o Fast Clube amazonense por 0-3. O grupo ficou com o ABC já classificado (lidera, com 12 pontos), o Rio Branco em 2º (9 unidades) e o Bahia, a perigo, na 3ª colocação (7). O Fast é saco-de-pancadas e tem apenas 1 ponto.

Na rodada decisiva, o quadro soteropolitano encara o Fast, e deve vencer. Mas dificilmente passa. Por quê? Porque o Rio Branco jogará em casa contra o ABC. Com a vaga encaminhada, torcedores potiguares afirmam que seu time vai entregar o jogo - depois de sofrer com a prepotência do Bahia, com as arbitragens tidas como tendenciosas, e com a melhor condição financeira de um integrante do Clube dos 13, ninguém quer perder a chance de se livrar deste adversário na fase final.

Nenhum comentário: