sábado, 15 de março de 2008

Precisa-se de um ídolo

St. James Park, casa do Newcastle

Com várias goleadas sofridas, esta temporada não tem poupado o Newcastle United, que ocupa a incômoda décima quarta posição no campeonato inglês. Com chances de rebaixamento medianas e derrotas seguidas, muitas vezes humilhantes, como os 5 x 1 sofridos contra o Manchester United e os 3 x 0 na ultima rodada perante o Liverpool, os desiludidos torcedores se perguntam: o que falta? O que há de errado?

O time do Newcastle é razoavelmente qualificado, possui jogadores selecionáveis, entre eles Owen, que já foi ídolo da seleção inglesa, mas que teve uma pobre e fraca passagem pelo Real Madrid, onde, digamos, “queimou-se” e nunca mais voltou a jogar o futebol visto no Liverpool. Além de Owen, o time alvinegro conta com Oba-Oba Martins, Mark Viduka e Alan Smith, também ex-selecionado. Como opções para o ataque, nada mal. O que falta, então? O que falta realmente é um ídolo, um jogador que puxe a responsabilidade, que leve o time, e arraste os torcedores ao estádio. Um jogador como foi Alan Shearer, atacante, nove, matador.

A situação dos ingleses é parecida com a do Barcelona há alguns anos atrás. Não vencia, estava sempre no meio da tabela. Mas estes investiram num craque, Ronaldinho, que além de jogar era marketing puro: vendia camisetas e levava o público ao estádio como ninguém. Assim, o Barcelona conseguiu saldar a dívida e vencer competições, o mais importante para um clube de futebol. Ronaldinho, mesmo que criticado agora, foi ídolo, algo que o Newcastle não tem no momento.

Há várias opções no mercado atualmente, bons jogadores que se bem trabalhados podem vir a se tornar craques, ídolos. Carlos Eduardo é uma dessas opções, destaque da Bundesliga 2 com o pequeno Hoffenheim, poderia transferir-se ao futebol inglês, onde já jogam os ex-gremistas Anderson e Lucas, e seria uma ótima jogada do Newcastle, tanto de marketing quanto futebolisticamente falando.

Nunca é bom um time grande ter resultados medíocres como esses. Isto pode acabar levando a sérias e quase irreversíveis situações como a do Leeds United, hoje na terceira divisão inglesa, mal estruturado e com uma enorme dívida. Esperamos que, neste caso, o fim seja diferente, pois é sempre lastimável para o futebol quando um grande clube afunda.

Um comentário:

Smartphone disse...

Hello. This post is likeable, and your blog is very interesting, congratulations :-). I will add in my blogroll =). If possible gives a last there on my blog, it is about the Smartphone, I hope you enjoy. The address is http://smartphone-brasil.blogspot.com. A hug.